Entrada > Notícias > “Chef à moda do Bolhão” | Chef Hélio Loureiro

“Chef à moda do Bolhão” | Chef Hélio Loureiro

A cozinha do Mercado do Bolhão abre para a sexta edição do “Chef à moda do Bolhão”, a partir das 11 horas.


A sexta e última edição do showcooking "Chef à moda do Bolhão" conta com o chef Hélio Loureiro. A sessão decorre no dia 17 de dezembro de 2022, pelas 11h00, no Mercado do Bolhão.

O chef portuense traz as memórias e receitas da consoada da sua infância. A ementa é, por isso, muito natalícia e contempla pratos como Bacalhau à moda de Fafe e vinhão com maçãs caramelizadas.

O tema do showcooking é subordinado à temática “A Consoada da minha Infância” e evoca a quadra natalícia. O Chef irá confeccionar pratos típicos da consoada, contando com a preparação do Bacalhau “à Moda de Fafe” e para sobremesa o famoso vinhão com maçãs caramelizadas.

A iniciativa é aberta ao público, mas sujeita à lotação da cozinha Bolhão - Meireles.

SOBRE o CHEF

Hélio Loureiro é gastrónomo e investigador da arte da cozinha, com uma forte ligação ao mundo dos vinhos, autor de mais de vinte livros de gastronomia e apresentador de programas de televisão.

Foi Chefe Executivo dos Hotéis Douro Palace e Douro Royal Valley do Grupo Jase, Dunas Douradas Beach Club, Sheraton do Porto, Porto Palácio Hotel, Diretor de Desenvolvimento de Produto da Solinca Eventos e Catering. Inaugurou o Hotel Quinta do Lago (da cadeia orient express) e Le Meridien Porto. Estagiou no Sheraton de Bruxelas, Sheraton de Luxemburgo, Les Champs – Paris, Le Meridien Étoile Paris, Yamato (passaporte para o Japão), Sheraton La Joya San Diego, entre outras unidades.

Depois de três anos como chefe de cozinha do Futebol Clube do Porto, foi convidado para a Selecção Portuguesa de Futebol em 1996. Em 2003, foi eleito Chefe do Ano pela Academia Gastronómica Portuguesa. Foi distinguido pelo Estado Português com o grau de Oficial da Ordem de Mérito, pelo Dr. Jorge Sampaio, recebeu o Diploma de Honra e medalha de ouro da ARHESP, medalha de ouro ao mérito desportivo pela Federação Portuguesa de Futebol, Diploma de Honra e medalha e mérito da Comissão dos Vinhos Verdes, feito Infanção da Confraria do Vinho do Porto, trinta e cinco vezes confrade e fundador de confrarias enófilas e gastronómicas nacionais e estrangeiras. Foi homenageado pela sua cidade natal, o Porto, com a Medalha de Honra e Mérito, distinção que juntou à de Cavaleiro da Real Ordem de Nossa Senhora de Vila Viçosa, atribuída por S. A. R. Dom Duarte de Bragança, chefe da Casa Real portuguesa que já o havido distinguido com a de Comendador da Ordem de São Miguel da Ala a mais antiga Ordem Honorifica Portuguesa.

Autor

CI | CAMPUS 2

Partilhar