Entrada > Notícias > Um de Nós | Rafaela Brandão

Um de Nós | Rafaela Brandão

Natural de Ponte de Lima, Rafaela Brandão estuda Gestão de Restauração na ESHT, escola de Hotelaria e Turismo do Politécnico do Porto


PORQUE ESCOLHESTE A ESHT?
Escolhi esta escola porque garantia um conjunto de boas condições para o meu curso, como por exemplo as instalações que me foram mostradas inicialmente. 

QUAIS AS ATIVIDADES A QUE TE DEDICAS ALÉM DOS ESTUDOS?
Neste momento não tenho nenhuma atividade extra-curricular, no entanto gostava de voltar a treinar basquetebol, atividade que pratiquei durante 10 anos. 

COMO RECORDAS OS PRIMEIROS DIAS NA ESCOLA?
Os meus primeiros dias na escola foram um pouco caóticos, pois não sabia onde ficavam as salas de aulas e tive de me adaptar a um novo ambiente, tanto dentro como fora das aulas, assim como tive de conhecer novas pessoas – colegas e professores.

UMA IDEIA OU CONSELHO PARA QUEM VAI AGORA CHEGAR À TUA ESCOLA
Um conselho que, de certeza, pode ajudar é: “Preparem-se para o inesperado. Sejam humildes e reconheçam os vossos erros. E por fim, não sejam rudes com quem for e respeitem as pessoas, pois estamos todos a tentar crescer a nível pessoal, então tentem crescer a nível social também.” 

PARA TI, QUAL O LUGAR MAIS ESPECIAL DESTA ESCOLA?
Posso dizer que o lugar mais especial da ESHT é o bar. Acho que falo por muitos dos meus colegas quando digo que é onde criamos mais memórias, onde rimos, choramos, comemos e muitas vezes não comemos. É agradável quando não está cheio.

CONTA-NOS UM EPISÓDIO MARCANTE?
Tenho muitos episódios, mas não os considero marcantes. Houve alguns dias de convívio na escola e foram agradáveis, onde podíamos estar com os nossos amigos a socializar.

O QUE TORNA A TUA ESCOLA ÚNICA?
A atenção que os professores para connosco.

COMO TE VÊS DAQUI A 20 ANOS?
Daqui a 20 anos, vejo-me gerir pelo menos um restaurante meu de comida espanhola, em Nova Iorque.


A rubrica  
Um de Nós representa um espaço de partilha de experiências, ideias, histórias, e projetos, com uma breve entrevista a estudantes, docentes e não-docentes. É nossa convicção que cada Escola guarda — nos seus bastidores, salas, corredores e gabinetes — muitos rostos e talentos.  Queremos ser a voz de cada um de nós porque as grandes histórias por vezes estão mais próximas do que imaginamos

Autor

CCIC | P.PORTO

Partilhar